Vinhaça

CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS PARA APLICAÇÃO NO SOLO AGRÍCOLA

Caracterização e Amostragem do solo.

Procedimento para amostragem do solo Subdividir as áreas de aplicação de vinhaça em parcelas homogêneas quanto à classificação do solo e posição no relevo, de, no máximo 100 (cem) hectares cada. A cada 10 (dez) ha da parcela homogênea, coletar 03 (três) amostras simples, retiradas em posições distintas da área (linha e entrelinha da cultura), que resultarão em 30 (trinta) amostras simples da parcela, elas deverão ser misturadas para produzir 01 (uma) amostra composta, que deverá ser encaminhada para análise de fertilidade.

Os limites das parcelas homogêneas e seu ponto central georreferenciado deverão ser representados em mapa. A identificação atribuída a cada parcela (N1, N2, etc.) deverá ser idêntica em todos os planos anuais de aplicação de vinhaça, para acompanhamento do histórico de aplicação. Nas amostras compostas conforme descrito acima deverão ser determinados os seguintes parâmetros:

Al - Alumínio trocável;
Ca - Cálcio;
Mg - Magnésio;
Na - Sódio;
SO4 - Sulfato;
Acidez potencial;
K - Potássio;
Matéria orgânica;
CTC - Capacidade de troca catiônica;
pH - Potencial hidrogeniônico;
V% - saturação de bases.

Caracterização da qualidade Ambiental do solo.

Subdividir as áreas de cultivo de cana de açúcar em, no máximo, 10(dez) parcelas homogêneas de até 100 (cem) hectares cada, considerando o tipo do solo, o histórico de aplicação de vinhaça e a posição no relevo. Em cada parcela homogênea, selecionar, aleatoriamente, 03 (três) subparcelas, com aproximadamente 01 (um) hectare cada. Em cada subparcela de 01 (um) hectare, coletar 30 subamostras, aleatoriamente, no sentido horizontal, na profundidade entre 0,0 (zero) e 0,20 m, que serão utilizadas para compor uma amostra. Desta forma, em cada parcela homogênea serão produzidas 03 (três) amostras de solo, totalizando, no máximo, 30 (trinta) amostras, caso sejam definidas 10 (dez) parcelas homogêneas.

Deverão ser determinados nas amostras coletadas os seguintes elementos:

- Antimônio;
- Arsênio;
- Bário;
- Cádmio;
- Chumbo;
- Cobalto;
- Cobre;
- Cromo;
- Mercúrio;
- Molibdênio;
- Níquel;
- Selênio;
- Zinco;
- Varredura de VOC;
- Varredura de SVOC.

Outros parâmetros poderão ser solicitados, a critério da CETESB.

Caracterização e Amostragem da Vinhaça.

A vinhaça deverá ser caracterizada quanto aos seguintes parâmetros:

- pH;
- Nitrogênio nitrato;
- Nitrogênio nitrito;
- Nitrogênio amoniacal;
- Nitrogênio Kjeldhal;
- Sódio;
- Cálcio;
- Potássio;
- Sulfato;
- Fósforo total;
- Cloreto.

Observação: Outros parâmetros poderão ser solicitados, a critério da CETESB.

Determinação da dose de Aplicação de Vinhaça.

Com relação às necessidades da planta, as doses de vinhaça deverão ser calculadas em função da necessidade da cultura com relação ao potássio e as concentrações no solo desse nutriente, determinadas nas análises de solo realizadas anualmente.

CETESB / P4.231 (out / 2014) Cod.014-versão 01 28/02/2002 12/15 Determinação da aplicação de vinhaça em função do potássio, Determinação do teor de K2O na vinhaça Semanalmente, será determinado o teor de K2O da vinhaça aplicada na lavoura, ou seja, pura, concentrada, ou com a incorporação de água residuária, expresso em kg/m3 . Essa determinação irá indicar a dosagem a ser aplicada no solo.

Caracterização da água coletada nos Poços de Monitoramento.

Serão determinados os seguintes parâmetros, que deverão atender aos padrões da legislação pertinente:

- pH;
- Sulfato;
- Nitrogênio nitrato;
- Nitrogênio nitrito;
- Nitrogênio amoniacal;
- Nitrogênio Kjeldhal;
- Potássio;
- Cálcio;
- Cloreto;
- Sódio;
- Magnésio;
- Fósforo Total;
- Condutividade elétrica.

Download Completo

PARA RECEBER MAIS INFORMAÇÕES, PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO.

Copyright 2015 IBRA - Todos os Direitor Reservados